Como ir para Cajón del Maipo e Embalse El Yeso

Em um dia nublado a cor da água é totalmente afetada

Quem vai para Santiago, no Chile, tem inúmeras possibilidades de passeio para fazer fora da cidade, tipo bate e volta, e Cajón del Maipo é uma dessas. Fica há 80 km de Santiago, em pouco menos de uma hora chega lá e um “bate e volta” dura uma manhã ou uma tarde, dá pra combinar com outro programação por Santiago mesmo.

Cajón del Maipo é o nome da região que fica entre as montanhas que cercam o Rio Maipo, por isso é um destino para quem gosta de praticar trekking. Porém o destino final é o Elbalse el Yeso que é um imenso reservatório de água vinda das cordilheiras e é principal fonte de abastecimento de água de Santiago. Mas antes que você se sinta idiota em visitar uma represa, se liga na paisagem e no contraste de cor que tem essa água com as montanhas de formação vulcânica e neve!

Foto cedida pela coleguinha Eduarda Lima

Gostou?

Então vem ver minhas dicas! 

Para fazer esse tour dá pra alugar o carro e ir por conta própria. Mas como as estradas são muito íngremes, estreitas e tem diversas questões climáticas que afetam o trajeto como, por exemplo, quanto mais quente o sol, mais possibilidade de dilatação das montanhas rochosas e ocasionalmente cair pedras no carro causando acidente. Ou no caso do período de frio, chuvas, geadas ou neve deixam a estrada mais lisa e consequentemente aumenta o risco de deslizamento de veículos.

Por essas razões, optei por ter um total de zero preocupações e fui com uma empresa Chile Tour, que foi indicada por um amigo. Fiz todo o contato pelo o whatsapp da guia Sol Castillo – divertidíssima e fala português divinamente. Com ela negociamos preços, horário de saída e agendamento.

No dia combinado, a van pega todos os passageiros onde estão hospedados. Demos sorte por ser um dos últimos então passou lá por volta de 7h da manhã, o dia ainda nem tinha nascido. Após juntar todo o grupo, a tour segue para a primeira parada para um café da manhã, normalmente em San José del Maipo, mas neste dia a guia optou por parar em San josé na volta e a parada do café da manhã foi numa boa e velha loja de conveniência de um posto de gasolina, enquanto abastecia a van, para ganhar tempo. A outra parada é no túnel El Tinoco, que segundo os locais contam, aconteceram muitos acidentes por lá e hoje é mal assombrado, mas a nossa guia desmistificou e disse que é apenas o antigo túnel onde os carros passavam e agora as pessoas fazem necessidades lá, então é apenas um túnel com mal cheiro e pouca iluminação. #Verdadesnuasecruas

Na saída do túnel fica o “Santuario de remolinos” de Willy, um jovem que morreu alí e os pais construíram um santuário. Só história macabra né? Melhor conferir no vídeo que fica mais interessante.

E finalmente seguimos para Embalse el Yeso. Se prepare para enjoos no caminho da subida, são quase 10km de trilha super íngreme, cheia de curvas sinuosas, aventura nível hard para o piloto e passageiros. Mas quando chegamos ao destino, a paisagem compensa. Além de desfrutar do visual, é comum as agencias oferecerem um piquenique com queijos e vinhos lá no local, o que torna a experiência mais descontraída e o vinho ainda ajuda a disfarçar o frio.

E ainda rolou um pedido de casamento aí no meio dos queijos e vinhos

DICAS BÔNUS:

  • Vá de tênis ou calçado baixinho e confortável;
  • Independente do clima, leve agasalho, lá em cima o vento é bem frio;
  • Não há banheiro no Embalse el Yeso, só no caminho e são pagos (lembre de levar dinheiro trocado) então prepare-se para segurar a bexiga;
  • Evite fazer esse passeio aos domingos. Tanto as agencias como as famílias chilenas estão fazendo o mesmo, o que torna impossível fazer uma foto legal;
  • Use protetor solar – SEMPRE – até na neve.
  • Nos meses de dezembro e janeiro (picos de verão chileno) é possível continuar a trilha e seguir até o Parque Valle del Yeso, onde tem as piscinas naturais de águas termais. Paga-se uma taxa a mais para ter acesso (não fiz essa parte porque fui no inverno).

O passeio custa 35.000 CLP, mas em baixas temporadas e grupos, o valor pode cair para 25.000 CLP que foi o que pagamos.

Um comentário sobre “Como ir para Cajón del Maipo e Embalse El Yeso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo